sa-ico-1.gifHomesa-ico-1.gifO Haicai e Suas Teorias

O Haicai e Suas Teorias

Haiga
__________________

Haiga é uma pintura esboçada de forma livre que inclui um haicai escrito em caligrafia. Hai significa 'haicai' e ga significa pintura. De acordo com o artigo "What´s haiga", do site "Reeds: Contemporary haiga", a forma originou-se no Japão do século XVII e foi usada para decorar pergaminhos, discos, telas, e leques ou abanos.

Há dois elementos em haiga tradicional: uma pintura feita em aquarela, e um poema ou poemas em caligrafia tradicional japonêsa. A forma é caracterizada por uma representação fresca e espontânea da vida cotidiana, como é feito no haicai, usando pinceladas soltas e fluidas, e abundância de espaço em branco. É geralmente muito semelhante aos desenhos com imagens livres expressas apenas com algumas linhas, pequenos detalhes, e uma ou duas cores para maior interesse visual. A arte digital do haicai é uma forma de haiga moderna. Outras formas incluem a foto-haicai (haicai anexado a uma imagem fotográfica) e todas as formas de arte moderna associada ao haicai.

A prática comum em haiga é escrever o haicai fazendo uma justaposição entre foto (ou pintura, desenho, etc) e verso para criar um significado que vá além do que está presente na imagem. O haicai tende a focalizar o momento tão intensamente que uma espécie de epifania deve ocorrer, mas o trabalho de interpretar o significado é de responsabilidade do leitor. Assim como um haicai geralmente contém uma justaposição entre duas de suas linhas e uma terceira linha. O mesmo acontece com o haiga moderno, ou seja, deve conter uma justaposição entre o haicai em si e a obra de arte, sem necessariamente representar diretamente as imagens apresentadas no haicai.

Ainda conforme "What´s haiga", no segundo volume de A História do Haiku (Hokuseido Press, 1964), RH Blyth descreve haiga como "a arte da imperfeição", e diz que "haiga omite o que Deus deveria ter omitido". Ele explica que "simplicidade" (no haiga) tem um significado apenas em relação à complexidade e haiga não sugerem muito com pouco, mas enfatiza o que é (poeticamente) importante, o que é ignorado pela visão (anti-poética) ordinária do objeto".

"What´s haiga" também informa que, ainda hoje, esta estética é muito atraente para os poetas pintores amadores e profissionais, mesmo em face da crescente influência da arte moderna ocidental. Muitos entusiastas compartilham seus haiga nas reuniões da proeminente Associação Japonesa de Haiga Todos Sekiho e estudam com mestres modernos, tais como Sekiho Yabumoto, Hattori Isshu, Kihara Makoto, e Nasu Seigyo. A maior editora de haiga no Japão é a Shusakusha Publishing Company, que produz uma revista chamada O Trimestral Haiga Saijiki. A empresa também produz uma série de livros sobre como criar haiga. Cada vez mais, os japoneses estão publicando e vendendo seus haiga na Internet.