sa-ico-1.gif - 683 BytesHomesa-ico-1.gif - 683 BytesO Haicai e Suas Teorias



O Haicai e Suas Teorias

O Número de Sílabas
__________________

Ao que se percebe, a definição de haicai como um poema de 5-7-5 sílabas está tão fortalecida pelas muitas definições publicadas no ocidente, que muitos escritores, especialmente os iniciantes, não vão se libertar dessas regras facilmente. Higginson (1985) comenta que, em realidade, não são sílabas que são contadas pelos poetas japoneses, mas sim onji, que significa “sons de símbolos”, e se refere a um dos caracteres fonéticos da escrita japonesa. De acordo com Bruce Ross (1993), o haicai tradicional japonês é escrito em 5-7-5 onji, na vertical, curto o bastante para ser recitado de um só vez. Ainda segundo Ross, uma sílaba média da língua inglesa é muito mais longa do que um onji e pode corresponder a um tipo de unidade sílábica de uma vogal ou de uma consoante e uma vogal. Talvez por essa razão, os haicais escritos em inglês frequentemente possuem de 12 a 14 sílabas. Um haicai com 5-7-5 sílabas em português, que muitas vezes possui palavras mais longas do que suas equivalentes em inglês, pode demorar mais tempo para ser recitado e, portanto, 17 sílabas pode até ser um excesso.

Ao fixar um número exato de 5-7-5 sílabas, criamos uma estrutura mais rígida para o nosso haicai. Essa preocupação silábica é frequentemente notada no haicai brasileiro, como se essa fosse uma garantia a mais de se estar escrevendo um haicai. Às vezes, encontramos haicais que, para completar o número de sílabas tradicional, usam de artifícios, como inclusão de adjetivos ou artigos, que se fossem retirados não fariam falta. Mas esse é um tema que será tratado em um outro tópico.

Poucos são aqueles que se sentem confortáveis em escrever um haicai contendo um número menor que 17 sílabas, atualmente chamado de forma livre. Na maioria das vezes, nossa língua portuguesa nos permite acomodar o número de sílabas inicialmente estabelecidos (5-7-5) com uma certa facilidade, e se, ao escrevermos um haicai, conseguirmos preecher essas sílabas de forma natural, está bem. Caso contrário, é preferível manter somente as palavras necessárias.